Querido John, escrito por Nicholas Sparks, é um livro tocante. Doce e intenso, ele transborda a todo o momento sentimentos de amor e dor, fazendo com que o leitor se sinta parte da história.

Seu enredo gira em torno de John Tyree e Savannah Lynn Curtis. John é um militar do exército, e quando está de licença, passa seus dias de folga na Carolina do Norte, lugar onde seu pai reside desde sempre. Savannah, por sua vez, é uma garota simples, e apaixonada por sua família (e por cavalos). Ela faz faculdade de Educação Especial, que ocupa-se do atendimento e da educação de pessoas com deficiência. Em uma de suas férias da faculdade, Savannah vai com um grupo de estudantes para construírem casas para desabrigados em Wilmington. Foi aí, onde, talvez por obra do destino, ela conheceu John. Ambos se tornaram bons amigos a princípio, mas essa amizade acabou se tornando forte demais para que esse sentimento apenas parasse por aí. John e Savannah se apaixonaram perdidamente, mas as coisas não seriam fáceis para eles, já que John está alistado servindo ao exército. Eles provavelmente passariam meses longe um do outro, mas isso não os abalaram, e mesmo com toda a distância que teriam que enfrentar por vezes, trocaram promessas e sonhos de um amor eterno. Mas até onde o amor pode derrubar as barreiras da distância? Para John e Savannah tudo parecia possível, isso até acontecerem os atentados de 11 de setembro que não só abalou o mundo todo, mas também separou duas vidas de uma grande e eterna história de amor.

O livro é evolvente. Ele te prende, te emociona, te faz pensar no que você faria se estivesse no lugar de algum deles. Ele põe em prova sobre o que é o amor verdadeiro. Será que você abriria mão de uma vida inteira de amor e união, assim como John e Savannah abriram, por motivos que te levam a enfrentar momentos difíceis, e até angustiantes, em prol de outra pessoa? Emocionante? Não, muito mais que isso!

A obra ganhou também uma adaptação para as telonas. O filme é bom, mas o livro é ainda melhor! As emoções são bem maiores, e os detalhes são, sem dúvidas, coisas importantes que obtemos no livro com o folhear das páginas. O filme também possui algumas diferenças básicas da obra, e a história é um pouco resumida, mas os atores são ótimos e souberam viver bem os papéis que a eles foram dados. Enfim, essas são ótimas produções... com elas eu aprendi que é possível seguir em frente, não importa quanto pareça impossível.


''Parte de mim dói ao pensar que ela está tão perto e eu não posso tocá-la, mas nossas histórias seguiram caminhos diferentes. Não foi fácil aceitar essa verdade simples, pois houve um tempo em que nossas histórias eram uma só, mas isso aconteceu seis anos e duas vidas atrás. Nós dois temos lembranças, é claro, mas aprendi que as memórias podem ter uma presença física, quase viva, e nisso Savannah e eu também somos diferentes. Enquanto as lembranças dela são estrelas no céu noturno, as minhas compõem o assombrado espaço vazio entre elas. E, ao contrário dela, sinto o peso de perguntas que já fiz mil vezes desde nosso último encontro. Por que fiz aquilo? Faria tudo de novo?''
 
 (Nota: Excelente!)

9 Comentários

  1. Olá minha flor!

    Este post é muito especial.

    Não sou muito fã de Nicholas Sparks (acho ele um pouco repetitivo e açucarado), mas DEAR JOHN é um livro que eu tenho e gostei muito. Dificil nao se emocionar. Maravilhoso, é meu preferido!


    Um beijão, parabéns pelo blog!


    Visite-me, estou de volta em blog com meus textos e é para sempre!

    ResponderExcluir
  2. Ai Fran!!
    Você acredita que eu li "Querido John" e fiquei super mal depois? Haha! É sério, tipo... Eu fiquei com uma dor tão grande no coração com o rumo que os personagens tiveram... Foi difícil a minha pessoa aqui aceitar, rs.
    Mas eu sou suspeita pra falar do Nicholas Sparks ele é um mestre na arte de escrever né?
    E o engraçado é que eu só fui ter conhecimento de que ele era o autor dos livros depois de que eu fui ver que os meus filmes favoritos eram baseados nas histórias deles!

    O livro tem citações maravilhosas (todas devidamente grifadas, rs). Nicholas Sparks sabe mesmo como nos descrever em palavras...

    Olha o seu blog tá lindo, super de parabéns!
    Eu tô sem internet em casa, mas sempre vejo você atualizando e comentando no twitter e minha mão fica coçando pra eu poder escrever algumas palavras pra ti!

    Que sorte a minha a gente ter se conhecido via fotolog (eu sou a /nanni_dg) e depois via twitter e depois por Skoob!

    Quantos gostos em comum não? Rs.
    Mas adorei a resenha, tá de parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é lindo, assim como todos os que li do Nicholas Sparks.

    Também tenho a impressão que a palavra 'emocionante' não representa tudo o que senti ao ler o livro.

    Parabéns pela resenha, adorei o jeito que você escreve ;)

    Bjs
    Mari
    Psychobooks

    ResponderExcluir
  4. Resenha maravilhoa, já no final dela tem alguma perto do livro que por incrivel que pareca já pode-se imaginar os personagens!" a capa do livro é lindo,... ! Quando vi ele, me pareceu interessante, e por isso que eu quiz ler ele, mais ainda não tive a oportunidade de lê-lo, mais quando eu tiver a oportunidade de comprá-lo. Espero que isso seja logo...

    Mais sempre é lindo, uma história de amor, para que deixamos tudo por um AMOR!


    beijos::***

    LINDA, MARAVILHOSA, ESPECIALMENTE .. ÓTIMA INDICAÇÃO! :)

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pela visita em meu blog minha flor!

    Aqui está muito mágico e lindo. Amo livros. Amo seu blog. Perfeito!



    Um beijão, feliz páscoa a todas!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Hoje venho até aqui para te desejar uma FELIZ PÁSCOA, se for recheada de chocolates (e livros) melhor ainda rsrs
    Beijos

    chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. li querido John faz um tempor e me surpreendi! É bem mais do que aquele romance meloso.
    Outro livro bem legal do titio Sparks é "O Milagre". Li ele a pouco tempo, e mais tardar postarei a resenha no blog. Vale muitíssimo a pena.
    A proósito, obrigada pela visita lá :D
    beijos.

    http://contandohistoriasempre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Sendo sincera já vi o filme e não gostei, sei lá as coisas não encaixaram como eu gostaria...rs'
    Mas sempre me falaram tão bem do livro que eu não posso deixar de ler e agora, depois da sua resenha, fiquei com mto mais vontade, ainda mais pq vc disse q o livro é melhor!! rs'

    Mto bom msm,parabéns!!

    bjoos

    kastamker.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. pra vc ver...
    esse tbm vi o filme primeiro, mas ao contrario do "A Garota da Capa..." eu me interessei totalmente pelo livro, e odiei o filme :}
    Claro que adorei o livro *_*

    ResponderExcluir

Boas sugestões e opiniões construtivas são sempre bem-vindas. Obrigada por sua visita!