E aí, pessoal?  


Hoje é dia de citação aqui no blog.  \O/  Toda semana, aos domingos, trazemos passagens de livros para que vocês possam refletir conosco, e quem tem acompanhado certamente percebeu que até agora foram mostrados trechos de grandes livros da literatura universal. Contudo, resolvi modificar um pouco as coisas dessa vez, trazendo assim um trecho interessantíssimo de uma entrevista com Alberto Manguel, publicado em uma matéria - com o título Ler é Poder - na revista VEJA do mês de julho de 1999.
Em uma das perguntas direcionadas à Manguel, ele responde de uma forma bem elaborada o seguinte:

''Parte da maravilha e riqueza da leitura vem da liberdade que ela sugere e da possiblidade de vagar por florestas de prateleiras, escolhendo o livro certo para aquele momento, como se nós fôssemos seu primeiro leitor ou estivéssemos chegando a um país desconhecido.''

O escritor, em minha humilde opinião, conseguiu expressar de uma forma densa e sofisticada o sentimento existente no coração de todo bookaholic. Ele descreveu, em poucas palavras, o universo literário como um todo, sem distinção, até porque, como o próprio mesmo menciona ainda nesta entrevista, ''Há obras certas para diferentes momentos de sua existência.''

Ler é de fato poder. :)

10 Comentários

  1. Oii, primeira visitinha por aqui o/
    Adorei seu blog! Muito fofo...
    Estarei comentando seus post!
    E seguindo, me segue também!
    Bjss *-*
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Amei a citação, principalmete a parte que diz: 'escolhendo o livro certo para aquele momento'.
    Eu tenho muito disso, de ter momento pra ler determinado livro.
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Certissímo, ler é de fato poder. A simples resposta de Alberto Manguel é de fato muito interessante :) Expressa o que a citação de hoje quer dizer com nós leitores e até mesmo devoradores de livros que somos. AHUAHUAHUAHAUHAU \O/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Fran!

    Adorei a citação diferente. Com certeza esse escritor falou TUDO em tão poucas palavras, é exatamente esse o sentimento. Só quem sente, entende.

    Beijão!
    Camila
    Pool of words

    ResponderExcluir
  5. Impossível discordar dessa citação. O prazer de ler é único e sem comparação.

    ResponderExcluir
  6. Ahh que citação linda. Realmente, viajamos por um lugar desconhecido. Ler é como viajar sim, as vezes o lugar te encanta, outras vezes não.

    Não cnhecia o blog, achei mega bonitinho e to seguindo.
    Beijos
    www.mulhergostadefalar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da citação, principalmente que fala que chegamos à um país desconhecido. Concordo totalmente, pois no início da leitura não estamos muito familiarizados com os personagens e afins, mas ao passar das páginas, parece que nós conhecemos-os melhor, que ficamos meio que da "família"... rsrs

    Beijos :)
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu adorei o que foi dito. Não há nada mais prazeroso para um amante da literatura sentir o cheirinho das flhas de um livro, entrar em uma livraria e ver que há tantas boas escolhas.
    Simplesmente, adorei a resposta!
    Beijos ;*

    Ana Carolina
    http://loucospor-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, Fran!
    Creio que o autor não poderia ter descrevido de melhor maneira esse sentimento que vive em nós, leitores, do que dessa que ele descreveu.
    Em poucas palavras, soube expressar a agonia, a alegria, a paixão e o apreço que sentimos por nossos pupilos e por suas páginas haha. Lembrou-me "A Sombra do Vento", acredita?

    Beijinhos,
    Ana - Na Parede do Quarto

    ResponderExcluir
  10. concordo 100%! Descreveu perfeitamente o nosso coração.
    E acabei me lembrando de uma frase que é mais ou menos assim :" Para mim, o paraíso sempre teve o formato de uma biblioteca".

    adorei o post!
    boa semana pra ti.

    ResponderExcluir

Boas sugestões e opiniões construtivas são sempre bem-vindas. Obrigada por sua visita!