O 'destaques' de outubro trás um autor muito querido no âmbito literário. Confiram!!



# Autor destaque e sua biografia:


Stephen Edwin King nasceu em Portland, Maine, no ano de 1947. Foi o segundo filho de Donald e Nellie Ruth Pillsbury King. Após a separação de seus pais, Stephen e seu irmão, David, foram criados por sua mãe. Stephen passou a infância em Fort Wayne, Indiana, onde moravam parentes de seu pai, e também em Stratford, Connecticut. Quando King completou 11 anos, sua mãe voltou com ele e o irmão para Durham, no Maine, pois seus avôs viviam lá e precisavam da ajuda de sua mãe.

Stephen frequentou aulas em Durham e na Lisbon Falls High School, onde se graduou no ano de 1966. Foi para a Universidade de Maine, onde mantinha uma coluna semanal para o jornal escolar que tinha o nome de The Maine Campus. Stephen foi um estudante ativo, colaborando em questões políticas e servindo como membro do Student Senate. Ele se graduou em 1970 e obteve qualificação para lecionar.

O escritor casou-se com Tabitha Spruce no ano de 1971, com quem teve três filhos: Naomi Rachel, Joe Hill e Owen Phillip. Eles se conheceram na biblioteca da universidade quando ainda eram estudantes. Enquanto vendia pequenas histórias para algumas revistas, Stephen escreveu seu primeiro conto profissional ''The Glass Floor'' para a Startling Mystery Stories, em 1967. Muitos destes contos foram compilados posteriormente na coletânea Night Shift (Sombras da Noite) ou apareceram em outras antologias.

No ano de 1973, a editora Doubleday & Co aceitou a novela Carrie. A partir daí, Stephen consegue subsídio para deixar de lecionar e dedica-se à escrita em tempo integral. Neste mesmo ano, o escritor consegue sua segunda aceitação com a novela Salem's Lot (A Hora do Vampiro). Neste período, a mãe do escritor morreu de câncer aos 59 anos.

Um ano após a aceitação da editora, a novela Carrie é publicada ao mesmo tempo em que Stephen se muda com a família para o Colorado. Viveram lá aproximadamente um ano, e nesse tempo Stephen escreve The Shining (O Iluminado), que foi levado aos cinemas pelo diretor Stanley Kubrick no ano de 1980. Retornam para Maine em 1975, onde o escritor finaliza The Stand (A Dança da Morte).

Em 1999 Stephen King sofreu um acidente gravíssimo. Foi atropelado durante uma de suas caminhadas. Perdeu a memória, fraturou o quadril, quebrou a perna e teve danos pulmonares. Mas acabou se recuperando. 

Embora seu talento se destaque na literatura de terror/horror, escreveu algumas obras de qualidade reconhecida fora desse gênero e cuja popularidade aumentou ao serem levadas ao cinema, como nos filmes Conta Comigo, Um Sonho de Liberdade (contos retirados do livro As Quatro Estações), Christine, Eclipse Total, Lembranças de um Verão e À Espera de um Milagre. No ano de 2003, Stephen recebeu um título distinto da The National Book Foundation por contribuir com a literatura americana, e hoje é reconhecido como um dos mais notáveis escritores de contos de horror fantástico e ficção de sua geração.

Bibliografia (livros de ficção publicados):
  • 1974: Carrie; 
  • 1975: A Hora do Vampiro; 
  • 1977: O Iluminado; 
  • 1978: A Dança da Morte; 
  • 1979: A Zona Morta; 
  • 1980: A Incendiária; 
  • 1981: Cão Raivoso; 
  • 1983: Christine; 
  • 1983: O Cemitério; 
  • 1983: A Hora do Lobisomem; 
  • 1984: O Talismã; 
  • 1985: Tripulação de Esqueletos; 
  • 1986: A Coisa; 
  • 1987: Os Olhos do Dragão; 
  • 1987: Angústia; 
  • 1987: Os Estranhos; 
  • 1989: A Metade Negra; 
  • 1990: A Dança da Morte; 
  • 1991: Trocas Macabras; 
  • 1992: Jogo Perigoso; 
  • 1992: Eclipse Total; 
  • 1994: Insônia; 
  • 1995: Rose Madder; 
  • 1996: À Espera de Um Milagre; 
  • 1996: Desespero; 
  • 1998: Saco de Ossos; 
  • 1999: A Tempestade do Século; 
  • 1999: The Girl Who Loved Tom Gordon (não publicado no Brasil); 
  • 2000: Riding the Bullet (não publicado no Brasil); 
  • 2001: O Apanhador de Sonhos; 
  • 2001: A Casa Negra; 
  • 2002: Buick 8; 
  • 2005: O Rapaz do Colorado; 
  • 2006: Celular; 
  • 2006: LOVE - A História de Lisey; 
  • 2008: Duma Key; 
  • 2009: Sob a Redoma; 
  • 2010: Blockade Billy; 
  • 2011: 11/22/63; 
  • 2012: Dança Macabra.


# Lançamento atual:


Em um dia como outro qualquer em Chester’s Mill, no Maine, a pequena cidade é subitamente isolada do resto do mundo por um campo de força invisível. Aviões explodem quando tentam atravessá-lo e pessoas trabalhando em cidades vizinhas são separadas de suas famílias. Ninguém consegue entender o que é esta barreira, de onde ela veio e quando — ou se — ela irá desaparecer. Os moradores de Chester's Mill percebem que terão de lutar por sua sobrevivência. Pessoas morrem, aparelhos eletrônicos entram em pane ao se aproximar da redoma e a situação fica ainda mais grave quando a cidade se vê exposta às graves consequências ecológicas da barreira. Para piorar a situação, James ''Big Jim'' Rennie, político dissimulado e um dos três membros do conselho executivo da cidade, usa a redoma como um meio de dominar a cidade. Enquanto isso, o veterano da guerra do Iraque, Dale Barbara, é reincorporado ao serviço militar e promovido à posição de coronel. Big Jim, insatisfeito com a perda de autoridade que tal manobra poderia significar, encoraja um sentimento local de pânico para aumentar seu poder de influência. O veterano se une a um grupo de moradores para manter a situação sob controle e impedir que o caos se instaure. Junto a ele estão a proprietária do jornal local, uma enfermeira, uma vereadora e três crianças destemidas. No entanto, Big Jim está disposto até a matar para continuar no poder, apoiado por seu filho, que guarda a sete chaves um segredo. Mas os efeitos da redoma e das manobras políticas de Jim Rennie não são as únicas preocupações dos habitantes. O isolamento expõe os medos e as ambições de cada um, até os sentimentos mais reprimidos. Assim, enquanto correm contra o pouco tempo que têm para descobrir a origem da redoma e uma forma de desfazê-la, ainda terão de combater a crueldade humana em sua forma mais primitiva. 


# Uma das obras mais aclamadas:

Danny Torrance não é um menino comum. Ele é capaz de ouvir pensamentos, transportar-se no tempo, olhar o passado e o futuro. Danny é um iluminado. Maldição ou benção? A resposta pode estar guardada na imponência assustadora do hotel Overlook.
Quando Jack Torrance consegue o emprego de zelador do velho hotel, todos os problemas da família parecem estar solucionados. Não mais o desemprego e as noites de bebedeiras. Não mais o sofrimento da esposa, Wendy. Tranquilidade e ar puro para o pequeno Danny livrar-se de vez das convulsões que assustam a família. Só que Overlook não é um hotel comum. O tempo esqueceu-se de enterrar velhos ódios, cicatrizar antigas feridas. O Overlook é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança. O Overlook é uma sentença de morte e quer Danny, e precisa dos poderes de Danny para chegar ao fim.
A luta assustadora entre dois mundos: um menino e a ânsia assassina de poderosas forças malignas. Uma família refém do mal. Nesta guerra sem testemunhas, vencerá o mais forte.

7 Comentários

  1. Não tive a oportunidade de ler nada do Stephen King até hoje, mas também sei lá, nunca tive tanta vontade assim, mesmo apesar de ver bastante gente comentando sobre ele rsrsr' Quem sabe ? :P

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Fran, sinto uma enorme vergonha por nunca ter lido algo do Stephen King até hoje. Antes eu achava que teria medo, mas cheguei à conclusão de que isso é uma péssima desculpa. hahaha
    Interessante saber um pouco mais sobre a vida dele e, apesar de suspeitar que seu rosto tivesse sequelas de algo grave, nunca imaginei um acidente dessa magnitude... Acho que até reflete na obra dele, talvez um certo pessimismo em dado momento.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Mrs. King ! Nunca tinha lido nenhum livro dele, só conhecia as adaptações deles. Curiosamente ontem terminei de ler 'Carrie, a estranha' que nem sabia que era o primeiro livro dele e gostei muito, mesmo. Já sabia que era bom pela sua popularidade mas só lendo para ter uma dimensão disso. "O iluminado" já é o próximo da minha lista dele =]

    Carlos Magno,
    http://cantinadolivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Hey, Fran!

    Ainda não li nada de autoria do Sr. King, mas falando sério, vontade não me falta, o que falta mesmo é o dinheiro! rsrs.

    Outra coisa, NUNCA na face da Terra eu ia saber que Joe Hill é filho dele! Ok. Ok, eu não havia procurado muita coisa sobre o autor, mas ainda estou sem acreditar que Joe Hill é filho dele *O*

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  5. Só li um livro dele, sob o pseudônimo de Bachman. Enfim, estou louca para ler Sob a redoma, mas é um tijolinho bem caro...

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia nada sobre o autor
    Mas gostei bastante do post, foi bem enriquecedor
    E uma vergonha, nunca ter lido nada dele
    Tenho que mudar isso

    Beijos
    @pocketlibro
    http://www.pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Me sinto muito muuuuito sem cultura por nunca ter lido N-A-D-A do Stephen, claro que já vi algumas adaptações cinematográficas dos livros dele, mas também nem foram tantas assim. Preciso desesperadamente comprar um box do autor pra ser lançada nessa magia do King geeente! Preciso saber porque tantas pessoas caem aos pés desse homem!
    Adorei o post e amei conhecer um pouco mais sobre o autor.
    Dá uma passadinha lá no blog?
    Beijos.
    Caroline.
    http://comaliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Boas sugestões e opiniões construtivas são sempre bem-vindas. Obrigada por sua visita!